Por que / Por quê / Porque ou Porquê?

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Diferença dos porquês

Quando usar por que?

Deve-se usar POR QUE quando existir a junção da preposição por com o pronome interrogativo que ou com o pronome relativo que. Pode ser substituído por qual razão, por qual motivo, pelo qual, pela qual, por qual.

Um exemplo: “Por que você não vai?”.

Essa oração pode ser alterada pela palavra ‘razão’, “Por que razão você não vai?”.
O POR QUE separado, sem acento também é usado em frases com ponto final.

Quando usar porque?

PORQUE é uma conjunção subordinativa causal, final ou conjunção coordenativa explicativa, ou seja, é usada para interligar orações, indicando a causa, explicação ou finalidade.

Um exemplo: “Eu não fui porque estava com dor”.

Essa oração indicada à razão (causa, explicação) pelo qual ele não foi. Nesses casos, o uso do porque é junto e sem acento.

Quando usar por quê?

O uso da palavra POR QUÊ separado e com acento é utilizado quando a palavra estiver em final de frase.

Um exemplo: “Vai embora por quê?”

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Nessa oração o por quê no final é o mesmo que perguntar “Por qual razão?”, “Por qual motivo?”. Onde esse quê vira tônico na entonação, assim quando há um por que separado terminando uma frase, ele ganha o acento e passa a ser por quê.

Quando usar porquê?

É substantivo. Usa-se quando antecedido de artigo, pronome adjetivo ou numeral. Nesse caso, o porque vira sinônimo da palavra motivo.

Um exemplo: “Qual é o porquê de tanta alegria?”

Nessa oração o porquê tem como sentido o mesmo que perguntar “Qual é o motivo de tanta alegria?”.

Exemplos de frases

Porque

Não fui à festa porque tive de trabalhar até mais tarde ( = pois).

Não vá se meter em confusões porque você só tende a se prejudicar. ( = uma vez que).

Vou ao supermercado porque não temos mais comida. ( = uma vez que).

Você veio até aqui porque não conseguiu telefonar? ( = pois).

Por que

Por que você não foi à faculdade? ( = Por qual razão você não foi à faculdade?).

Desejo saber por que faltou a prova. ( = Desejo saber por qual motivo faltou a prova).

Por que você comprou essa roupa? (= Por qual motivo você comprou essa roupa?).

Não sabemos porque o professor não deixou o aluno ir ao banheiro. (Não sabemos por qual razão o professor não deixou o aluno ir ao banheiro).

Não sei bem por que motivo me mantive nesse relacionamento. ( = Não sei bem pelo qual motivo me mantive nesse relacionamento).

Esses são os motivos por que estamos brigando. ( = Esses são os motivos pelos quais estamos brigando).

A rua por que você sempre vai hoje está interditada. (= A rua pela qual você sempre vai hoje está interditada).

Por quê

Não acredito que você fez isso! Por quê?

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Trabalhar de trem, por quê? Podemos ir de carro.

Trabalhei bastante ontem o dia todo. Sabe por quê?

Será deselegante se você perguntar novamente por quê!

Porquê

O porquê de não querer conversar com você é que estou chateado.

Diga-me apenas um porquê para me fazer desistir disso.

Não consigo entender o porquê do seu atraso.

Existem muitos porquês para justificar a sua ausência.

Você não vai para a escola? Diga ao menos um porquê.

Dicas para o uso dos porquês

Por que

O uso do por que separado e sem acento ocorre quando a preposição “por” se une ao pronome interrogativo ou indefinido “que”, onde sempre traz o sentido de “por qual razão” e “por qual motivo”.

Resumo: O por que separado é frequente em frases interrogativas ou quando pode ser substituído por “pelo qual” ou suas variações.

Por quê

O uso desse por quê é frequente antes de um ponto, seja ele ponto final, interrogativo ou exclamativo, onde também deve manter o sentido de “por qual razão” e “por qual motivo”.

Resumo: O por quê é utilizado no final de uma frase interrogativa.

Porque

O uso do porque junto e com acento é usado como uma conjunção causal ou explicativo, tendo o sentido aproximado de “pois”, “uma vez que” ou “para que”.

Resumo: O porque junto é usada em frases afirmativas, explicativas ou causais).

Porquê

O uso desse porquê é devido ao seu valor de substantivo, pois vem acompanhado de artigo, pronome, adjetivo ou numeral e quando é usado, possui o sentido de “motivo”, “causa” e “razão”.

Resumo: O porquê junto e com acento é usado quando for uma palavra substantivada (que foi transformado em substantivo).

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.