Jiboia – Alimentação, Variedades, Temperamento

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Etimologia

A palavra jiboia provém do idioma tupi, y’boi. A palavra “constritora” é uma referência à maneira como esse animal costuma matar as suas presas para se alimentar. Ela as esmaga até sufocarem, pois ela não possui veneno.

É daí então o nome da jiboia constritora, que serve para denominar um grande grupo que compreende diversas sub classes.

Origem

A jiboia é a segunda maior cobra que pode ser encontrada nos territórios do nosso pais. Ela perde em tamanho apenas para a sucuri e pode chegar a até 2 a 4 metros de comprimento quando adulta. Isso é possível para as espécies Boa constrictor amarali e Boa constrictor constrictor, respectivamente, embora dificilmente chegue a esse tamanho máximo.

Esse animal possui hábitos noturnos e sua origem é o Brasil mesmo podendo ser encontrada em diversos locais, tais como:

  • Restingas
  • Mata Atlântica
  • Mangues
  • Caatinga
  • Floresta Amazônica

No nosso país podem ser encontradas duas subespécies da jiboia-constritora que são Boa constrictor constrictor e a Boa constrictor amarali. A primeira apresenta uma coloração mais amarelada e hábitos um tanto mais pacíficos. É característica do nordeste e da região amazônica.

Já a segunda é mais encontrada na região sudoeste e sul, podendo habitar também a região central.

A jiboia é uma serpente basicamente noturna, o que pode ser identificado por sua pupila vertical. No entanto, também pode ser vista em atividade durante o dia.

Alimentação

As serpentes, de uma Jiboias Brasilforma geral, incluindo a jiboia, são animais que normalmente se alimentam, de aves, roedores e lagartos. A variedade da sua ingestão irá depender do tamanho que o animal apresenta.

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Nos cativeiros, no entanto, é comum que esses animais sejam alimentados com pequenos roedores quando jovens, tais como ratazanas e camundongos. Porém, ao se tornarem maiores, eles podem ser alimentados com ratazanas adultas, lebres e aves como o frango.

Variedades

Considerando o mundo inteiro, existem diversas variedades de jiboias. A sua diferenciação ocorre pela região em que vivem e o os seus padrões de cores. São elas:

  • Boa constrictor amarali (STULL 1932)
  • Boa constrictor constrictor (LINNAEUS 1758)
  • Boa constrictor mexicana (JAN 1863)
  • Boa constrictor nebulosa (LAZELL 1964)
  • Boa constrictor occidentalis (PHILIPPI 1873)
  • Boa constrictor orophias (LINNAEUS 1758)
  • Boa constrictor ortonii (COPE 1877[2])

Doenças

Assim como qualquer animal, a jiboia também é suscetível a uma enorme quantidade de doenças que podem ser causadas por bactérias, fungos, vírus, parasitas, protozoários, pentastomídeos, ácaros, helmintos, carrapatos e miíases.

No entanto, os vírus são os principais responsáveis por problemas nas jiboias, tanto pela gravidade da situação que podem causar quanto pela importante capacidade de disseminação de alguns tipos de vírus.

O fato é que já foram encontrados e descritos diversos tipos de vírus em jiboias, tais como o adenovírus e o herpesvírus, que são grandes causadores de problemas no fígado (hepáticos), bem como alguns retrovírus, que são causadores de lesões no fígado e enterites.

Além disso, um dos maiores vilões das jiboias e causador de muitas mortes é o paramixovírus, que leva ao desenvolvimento de quadros graves de pneumonia, que na maioria das vezes são fatais.

Os principais sintomas desses casos são boca semiaberta, febre, dificuldade de respirar e também pode apresentar hemorragia oral.

Temperamento

A jiboia pode ser considerada um animal dócil, de acordo com a forma como ela for tratada. Além disso, não é um animal peçonhento (ou seja, não tem veneno) e não ataca e nem consume animais de grande porte.

Curiosidades

Uma grande curiosidade sobre a jiboia que poucas pessoas sabem é que ao chegar ao fim da sua gestação, os seus filhotes são alimentados pelo seu sangue e já nascem estando completamente formados.

Isso poderia enquadrar jiboia como um ser vivíparo. No entanto, no decorrer da gestação os seus filhotes ficam isolados em ovos, o que faz com que ela seja classificada como ovovivípara.

Outra curiosidade é que a gestação de uma jiboia pode durar de 5 a 8 meses, o que é bastante tempo. A cada ninhada uma mãe pode dar a luz de 12 a 64 filhotes que já nascem com cerca de 48 centímetros e pesam cerca de 75 gramas.

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, a jiboia é um animal de comportamento muito pacífico e se locomove de forma bastante lenta. Pode levar até 1 hora para percorrer a distância de 500 metros.

Outro ponto importante é que a sua aparência faz com que ela seja facilmente confundida com ambiente onde habita. Mas, ela só se utiliza disso para dar o bote em suas presas, que são aves e pequenos mamíferos.

Isso porque a jiboia não ataca animais de maior porte que se aproximam dela. Pelo contrário, ela prefere até mesmo fugir deles de forma lenta para se esconder.

O interessante também é que ela consegue detectar as suas presas através da percepção do movimento e do calor, conseguindo surpreende-las de forma bastante silenciosa.

Sua digestão é bastante lenta e pode levas desde 7 dias até semanas para que termine de digerir o animal que predou. Durante esse tempo de digestão a jiboia fica imóvel, mantendo um estado de torpor.

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Preço

Não existe um preço de mercado definido para a compra desse animal no Brasil e é preciso estar atento ao mercado negro de animais silvestres que existe no país, decorrente das dificuldades da lei para que se possa criar esse animal em cativeiro, embora envolva um baixo risco de acidentes.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a jiboia, seus hábitos, alimentação, origem e algumas curiosidades sobre esse maravilhoso animal.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.