Halloween – Data, Significado, De onde surgiu? No Brasil e nos EUA


O que é Halloween?

O Halloween, que também é conhecido como o Dia das Bruxas, é uma celebração bastante popular no mundo. Ele serve como uma forma de culto aos mortos!

A popularidade desse dia é muito maior em alguns países, especialmente nos EUA. Lá o Halloween é sobre a noite sagrada do dia 31 de outubro, véspera do Dia de Todos os Santos, um importante feriado religioso.

Essa tradição foi levada da Irlanda para os Estados Unidos, onde é fortemente comemorada. No Brasil, a tradição ainda é fraca, mas vem crescendo nos últimos anos.

De onde vem o nome?

O Halloween é uma comemoração cujas raízes estão na cultura norte-americana. No entanto, a origem do seu nome deriva de “All Hallows’Eve”.

A palavra “Hallow” é um termo inglês antigo para “santo”. Já a palavra “eve”, significa véspera. Dessa forma, até o século XVI, o termo servia para designar o dia anterior ao Dia de Todos os Santos, comemorado no dia 1º de novembro.

Símbolos do Halloween

Abóboras decorativas para o Halloween


O Halloween tem como seus principais símbolos as fantasias de bruxas e também as abóboras com iluminação interna e carinhas assustadoras.

Mais do que isso, também é comum que se decore a casa. Nela são usados objetos de temática assustadora, tais como:

  • Teias de aranha
  • Caveiras
  • Aranhas
  • Morto-vivos
  • Monstros
  • outros

A verdade é que par uma decoração de Halloween se pode usar elementos que façam parte do imaginário popular, tais como partes do corpo humano (fictícias, claro) insetos como aranhas e etc.

Outro símbolo do Halloween é o famoso “trick or treat”, conhecido como gostosuras ou travessuras. Essa é uma atividade comum na qual as crianças pedem doces de casa em casa. Caso não recebam, fazem travessuras com o anfitrião. No Brasil essa prática não é muito comum, mas nos EUA acontece muito.

Halloween no Brasil

No nosso país, o Halloween é mais comemorado em festas particulares, normalmente à fantasia. Ele não possui um significado tão intenso como ocorre nos EUA e outros países do hemisfério norte.

No Brasil também é comum que a tv passe filmes de bruxas, fantasmas e demais temas assustadores. Sendo assim, essa é uma das atividades mais apreciadas por aqui, bem como as festas à fantasia.

Origem do Halloween

Existem algumas teorias a respeito do surgimento das comemorações de Halloween. Há quem afirme que sua origem vem do povo celta, por causa de suas festividades pagãs. Essas atividades normalmente ocorriam no fim do verão e no começo do inverno.

O “Festival de Samhain” por exemplo, acontecia ao fim de outubro. Havia a crença de que nesta data os espíritos das pessoas mortas regressavam à terra na intenção de visitar suas casas. No entanto, também poderiam surgir entre eles, algumas assombrações que amaldiçoariam os animais e as plantações.

Dessa forma, toda a simbologia utilizada pelos celtas nessa época tinha a intenção de afastar esses maus espíritos.

Já a origem católica do Halloween é coincidente com a festa de Todos os Santos. No entanto, ela é determinada pela igreja como sendo no dia 2 de novembro, conhecida como Dia de Finados.

Como o festival chegou à América?

No ano de 1845 a Irlanda passou por um período chamado “grande fome”. Com isso, cerca de 1 milhão de irlandeses foram obrigados a imigrar para os EUA. Com isso, levaram também seus costumes, história e tradição.

Como prova, as primeiras referências a respeito do Halloween apareceram logo depois desse fato. Já em 1870, houve a publicação de uma revista americana feminina, que descrevia o Halloween como um feriado “inglês”.

No seu princípio, as práticas do Halloween nos Estados Unidos, reuniam rituais americanos de colheita com brincadeiras rurais que eram comuns no Reino Unido.

Desenho de pessoas fantasiadas para o Halloween

As maçãs, pode exemplo, que eram usadas como forma de prever o futuro, se tornaram cidra. Essa bebida é servida juntamente com as famosas rosquinhas. O milho também era um elemento importante que foi incorporado na simbologia.

No entanto, foi na América que o Halloween ganhou como símbolo também a abóbora. Até então, o legume mais entalhado no Reino Unido era o turnip, que era um tipo de nabo da região.

Existe ainda uma lenda sobre um ferreiro, que se chamava Jack. Essa lenda conta que o homem havia conseguido ser mais esperto que o próprio diabo. Daí então ele vagava pelas ruas como um morto-vivo. Foi então que surgiram as luminárias de abóboras, chamadas “Jack-o’-lantern” Com isso, viraram um símbolo do Halloween e marcaram as cores laranja e preta.

Já a brincadeira de “gostosuras ou travessuras” é uma tradição moderna. Existem registros de brincadeiras medievais que usavam repolhos para pregar peças. Isso se tornou um hábito americano a partir de 1920.

As brincadeiras, no entanto, poderiam ficar violentas, como aconteceu durante a Grande Depressão. Isso se popularizou ainda mais depois da Segunda Guerra Mundial, quando acabou o racionamento de comida e os doces eram de fácil acesso.

O que a Bíblia diz sobre o Halloween?

A Bíblia, por sua vez, não é favorável à comemoração do Halloween! No Brasil, inclusive, a igreja se posiciona conta a inclusão do dia no calendário brasileiro.

O fato é que o assunto ainda causa bastante polêmica e divergências, visto que divide as opiniões. Segundo a igreja, o que parece uma celebração inocente, contraia a Palavra de Deus.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o Halloween, como ele funciona, suas origens, que dia é comemorado e quais seus símbolos e tradições. Aproveite!


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *