Guerra Civil – Tipos de Guerras, Filme Guerra Civil


Definição de Guerra civil

Guerra civil trata-se de um conflito armado por comunidades organizadas dentro de um mesmo país. Em algumas ocasiões raras a guerra civil pode ocorrer também entre países diferentes, que se originaram após a divisão dele.

O que causa uma guerra civil?

Geralmente a guerra civil acontece quando os grupos pretendem assumir uma região ou alterar as políticas de uma nação. Os motivos da guerra civil são quase sempre sociais ou econômicos.

Este tipo de conflito normalmente acaba em muitas mortes, pois tem a participação direta da população, além de muitos atentados. É uma situação de grande gravidade, que coloca toda a população local em risco de morte ou acidentes.

Exemplos de Guerras Civis

As guerras civis de maior importância no Brasil foram a Guerra dos Farrapos e a Guerra de Canudos.

A Guerra dos Farrapos ocorreu entre o período de 1835 a 1845. Essa guerra aconteceu no sul do país, onde a população do Rio Grande do Sul era contra o governo brasileiro. Eles queriam a independência da região do restante do país.

Outras reivindicações dos combatentes da Guerra dos Farrapos eram:


  • A não aceitação dos impostos cobrados na comercialização de carne e do couro. Esses eram os principais produtos comercializados pela região;
  • A proibição da entrada de charque e couro de outros países. Os farroupilhas não queriam a concorrência internacional no comércio.

Guerra Civil de CanudosGuerra Civil

Já a Guerra dos Canudos aconteceu entre 1896 e 1897, na região nordeste do País, mais precisamente no sertão da Bahia. Os problemas surgiram devido às precárias condições da região no período, como: fome, seca, falta de apoio político, violência desemprego.

O conflito deu início quando o governo da Bahia passou não concordar que a população de Canudos não pagasse impostos. O governo contava com o apoio dos latifundiários da região.

Já os rebeldes de Canudos eram liderados por Antônio Conselheiro. O objetivo dos rebeldes era o fim da cobrança de impostos na região, que apresentava condições de grande pobreza e dificuldade, além de serem contra o casamento civil sem cerimônia religiosa.

Como foi a da Guerra de Canudos

Antônio Conselheiro afirmava ser enviado por Deus. Ele dizia ser escolhido para comandar o movimento que lutava contra as injustiças sociais vividas pela população de Canudos. Ele também criticava o sistema republicano da época.

A população de Canudos resistiu três vezes as tentativas das tropas do governo em combater a revolta. Sertanejos e jagunços se defendiam com toda força contra os militares, que não conseguiam contê-los.

Porém, no quarto ataque das tropas militares, o governo baiano contou com a ajuda de tropas federais. O resultado foi um verdadeiro massacre do povo de Canudos, liquidando inclusive crianças e idosos. Já Antônio Conselheiro foi morto por assassinato em 22 de setembro de 1897.

A Guerra Civil na Síria

A guerra civil que mais dura na atualidade é a Guerra da Síria. A guerra trata-se de um conflito de diversos grupos, que teve início após grandes protestos contra o governo no início de 2011.

Tudo começou quando grupos de oposição ao governo se manifestaram para derrubar o presidente do país Bashar al-Assad. Os rebeldes se manifestaram de forma incisiva e violenta. O governo, por sua vez, utilizou-se também de práticas violentas contra os grupos rebeldes, inclusive lançando mão de armas químicas. Os rebeldes reagiram igualmente de maneira violenta.

Todo esse cenário terminou e ainda termina em mortes, incluindo de crianças.

A guerra civil se intensificou e tomou graves proporções quando o governo de Bashar al-Assad adotou ações de repressão contra grupos de jovens que se rebelavam contra ele. A guerra, então, chegou a capital do país. Damasco, em 2013.

Os levantamentos sobre a guerra civil da Síria apontam que todas as partes envolvidas – governo e rebeldes – utilizam-se de ações violentas como torturas, estupros, desaparecimentos de pessoas, bombas, tiroteios, entre outros crimes. Ainda percebe-se ações que causam sofrimento a população como bloqueio a serviços de saúde e alimentos como tática de guerra.

Estado Islâmico interfere na Guerra Civil da Síria

Além disso,  o Estado Islâmico se aproveitou do conflito para agir, em 2014. Os árabes foram conquistando espaço no conflito também, lutando contra todos para conquistar territórios na Síria e no Iraque. Rebeldes, governistas e outros grupos terroristas culminaram uma guerra já existente dentro de outra.

Estados Unidos e Rússia também passaram a interferir na guerra civil da Síria. Devido ao avanço territorial do Estado Islâmico, os Estados Unidos lançaram mão de ataques via aérea na Síria com o objetivo de enfraquecer os árabes. Pessoas morreram e ficaram gravemente feridas com o ataque, revoltando o mundo todo.

A Rússia também atacou o território sírio contra os terroristas. Os ataques levaram igualmente a morte de rebeldes e civis.

O Estados Unidos declarou que quer o fim da interferência do Estado Islâmico na região e a queda do presidente sírio. De acordo com os Estados Unidos, o presidente sírio é um ditador que exerce um regime não-democrático prejudicial a população síria, oprimindo-a.

O Estados Unidos dá apoio aos rebeldes. Já a Rússia apoia o regime de Assad, mas pretende combater a interferência do Estado Islâmico na região.

Na ficção

Guerra Civil filme

A guerra civil é tema de diversos filmes e livros na ficção e atraia a curiosidade de um grande público. Um exemplo é as guerras civis onde super-heróis estão envolvidos para promover a paz em territórios.

Um exemplo é o filme Guerra Civil. Entram em cena os personagens queridos pelo público que aprecia esse tipo de obra: Homem de Ferro e Capitão América.

O filme tem como enredo uma batalha violenta que acaba por deixar uma cratera na região de Stamford, fazendo centenas de vítimas fatais. O governo americano, então, solicita que os dois super-heróis mostrem suas identidades e registrem os seus poderes.

Tony Stark – que é o Homem de Ferro – considera um passo lamentável exigido pelos Estados Unidos, mas necessário para resolver o conflito. Já para o Capitão América as exigências do governo americano é uma agressão a liberdade dos cidadãos. Inicia-se, assim, uma Guerra Civil.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *