Globalização – Características, Impactos, Vantagens e Desvantagens


O que é Globalização?

A Globalização é um processo econômico e social que determina uma integração entre os países. Faz com que as pessoas, governos e empresas troquem ideias, realizem transações financeiras e comerciais. Além disso, espalham aspectos culturais em todo o planeta.

A Aldeia Global se enquadra nesta situação. Pois, se assemelha com a criação de uma rede de conexões, que encurtam as distâncias. Facilitam as relações culturais e econômicas de forma rápida e prática.

A Globalização nada mais é do que um modelo econômico capitalista, que tem como objetivo a mundialização do espaço geográfico. Um dos principais pontos da globalização é a expansão do comércio mundial.

Devido às trocas comerciais entre países distintos, a concorrência aumentou a nível mundial. Teve reflexos na economia e na política.

O mercado financeiro é que faz a ligação com as empresas e pessoas com capital (bolsa de valores, bancos, etc.). Ele teve uma maior circulação no mercado financeiro devido à globalização.

Outro fator importante do processo de globalização é a existência de empresas transnacionais. Essas são empresas que transpõem as fronteiras originais em que foram criadas. São capazes de produzir e vender em regiões distantes entre si.


Origem

O processo de Globalização teve inicio nos séculos XV e XVI com as Grandes Navegações e Descobertas Marítimas. O homem europeu entrou em contato com povos de outros continentes e com isso foi estabelecido interesses comerciais e culturais.

Mas somente no século XX, que de fato a Globalização efetivou-se, logo após a queda do socialismo no leste europeu e na União Soviética. Em 1970, impulsionado pelo neoliberalismo, que a globalização ganhou força.

As empresas passaram a conquistar novos mercados consumidores. A concorrência fez com que as empresas usassem cada vez mais recursos tecnológicos para que fossem barateados os custos e com isso fossem firmados contatos comerciais e financeiros de forma eficiente.

Foi quando a utilização da internet e dos meios de comunicação via satélite, entre outros entraram em jogo. Outro marco da globalização está atrelado á redução do processo produtivo das indústrias.

Muitas delas produzem os seus produtos em diversos países com o intuito de diminuir os gastos. Acabam escolhendo países, cuja mão de obra é mais barata, assim como a matéria prima e a energia.

Um sapato, por exemplo, pode ser desenhado nos Estados Unidos, produzido na China, com matéria-prima do Brasil, e comercializado em vários países do mundo.

Para simplificar as relações econômicas, as instituições financeiras geraram um sistema rápido e prático para ajudar a transferência de capital e comercialização de ações em nível mundial. Com isso, pagamentos, investimentos e transferências, podem ser realizados pela internet e celular em questões de segundos.

Características da Globalização

Tecnologia aprimorada em transporte e telecomunicações. É a forma de como a tecnologia é usada para encurtar distâncias. Você pode, através de um telefonema ou uma mensagem, se comunicar com qualquer pessoa ao redor do mundo.

Movimento de pessoas e capital. Com a tecnologia e o transporte, as pessoas passaram a se movimentar no mundo em busca de uma maior qualidade de vida. Seja, um novo lar, um novo emprego ou procurando um lugar que não seja perigoso.

Expansão do conhecimento: Possibilitar a expansão de uma nova invenção.

ONGS e empresas multinacionais. Aumentaram as organizações não governamentais, onde ocorreu uma maior conscientização. Questões foram ampliadas, como sobre as alterações climáticas, o uso de energia, regulamento do trabalho infantil, entre outros.  O que também ajuda as empresas a serem mais globais é a geração de empregos para estrangeiros, tendo um custo mais baixo, ocorrendo à terceirização.

Impactos

ComunicaçãoGlobalização Geogr´sfica

A história da comunicação acontece juntamente com a da humanidade, onde as pinturas em cavernas e objetos artesanais já demonstravam várias formas de comunicação.

Após os avanços tecnológicos, a Arpanet, que era utilizada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, deu lugar à internet que ajudou a acelerar o processo de globalização por todo o mundo. Ela permitiu a exposição de informação e maior interatividade.

Ao longo dos anos, a comunicação foi a que mais teve mais mudanças. Pois, antigamente para uma pessoa poder formar a sua opinião bastava ler o jornal da manhã e ver o noticiário á noite, porém, nos dias atuais esse conceito não é mais utilizado.

Hoje em dias o público não aceita consumir somente a notícia, ele quer dar a sua voz, opinar e mais do que isso, ele deseja participar e a internet possibilita isso. Outro fator está ligado ao tempo, às pessoas desejam assistir (consumir a informação/conteúdo) no horário que elas querem e não mais segmentadas.

Em um único clique, é possível se inteirar através de milhares portais de notícias e com isso temos a Revolução da Informação, onde a comunicação está cada vez mais rápida e eficaz.

Qualidade de vida

A globalização tem um grande impacto na qualidade de vida, onde as pessoas hoje em dia têm vivido mecanicamente, não se importando muito com a saúde, bem estar social e até mesmo com o convívio familiar.

Assim como a tecnologia ajuda a encurtar distâncias, ás vezes acaba distanciando as pessoas que estão próximas. Um dos fatores que acaba prejudicando a qualidade de vida é a alimentação.

Estamos vivendo sempre na correria, nos alimentando mal, em horários alternados e quando conseguimos nos alimentar, ás vezes não escolhemos coisas saudáveis.

Outro fator está no salário-mínimo, onde apesar das pessoas conseguirem se alimentar, o salário ainda não consegue oferecer uma alimentação saudável e nutritiva, até mesmo pelo fato do orçamento ser comprometido com outras contas.

A saúde continua sendo deixada em segundo plano pelas pessoas, afinal as pessoas costumam apenas procurar um médico quando estão doentes, porém prevenir as doenças fazendo exames regulares é fundamental.

Efeitos na indústria e serviços

Ao longo dos anos os efeitos da globalização são mais evidentes no mercado de trabalho. Por diversos fatores, alguns empregos não precisam de uma mão de obra altamente qualificada com a produção distribuída entre vários países.

Devido á globalização ocorreu um aumento nos meios de produção, o que causou um aumento de tecnologias limpas e sustentáveis.

Sendo assim, toda esta globalização irá obrigar um aumento na qualidade da educação, que com isso irá obrigar que os governos mudem de atitude e invistam em pesquisas e no desenvolvimento de novas tecnologias.

Globalização no Brasil

A globalização está presente em todo o mundo e no Brasil não seria diferente, aliás, o Brasil foi o país mais atingido pelo mundo globalizado, se beneficiando e também tendo algumas desvantagens da globalização mundial.

A globalização ofereceu vários pontos positivos tanto para a cultura brasileira, como para a economia, afinal o Brasil tanto exporta os produtos, como também importa, desse modo, o país é bastante ativo no mercado internacional e possibilita sempre a chegada de novos produtos.

Toda essa movimentação pode causar danos á economia brasileira, devido aos produtos importados terem um preço muito baixo em relação aos nossos. Isso leva a falência de muitas empresas, e com isso o desemprego no país.

Outro ponto importante da globalização no país é o desemprego. Pois, muitos estrangeiros que possuem uma melhor qualificação chegam ao Brasil e se dirigem as empresas que buscam uma mão de obra mais qualificada, o que acaba gerando muito desemprego aos brasileiros.

A globalização possui grande impacto na cultura brasileira, onde devido à internet, televisão e cinema, as pessoas acabam sofrendo grande influencia de músicas e artistas estrangeiros, principalmente americanos, e com isso os brasileiros acabam se esquecendo da própria cultura brasileira.

Também existe a glamourização de que tudo que é de ‘fora’ é melhor ou tudo que é mais caro é melhor. Um bom exemplo disso é o consumo de refrigerantes, onde as pessoas deixam de consumir um produto mais barato brasileiro para consumir um mais caro americano.

Outro exemplo é no cinema, onde os brasileiros lotam as salas de cinemas do país para assistirem filmes americanos e as salas ficam vazias na exibição de filmes brasileiros.

Globalização EconômicaO que é globalização?

A globalização econômica é a crescente integração e interdependência das economias nacionais, regionais e locais em todo o mundo através bens, serviços, pessoas e tecnologias.

Apesar de a globalização ter aumentado radicalmente o crescimento econômico nos países em desenvolvimento e diminuído os preços ao consumidor nos países desenvolvidos, também muda o equilíbrio de poder entre países em desenvolvimento e desenvolvidos.

Com isso a cultura local de cada país acaba sendo afetada, onde o deslocamento da localização da produção de bens tem feito com que muitos empregos atravessassem as fronteiras e fazendo com que alguns trabalhadores nos países desenvolvidos mudem de carreira.

Globalização Cultural

O espaço geográfico conta com elementos próprios do processo de globalização, como as antenas de TV e celular. Contam também com os meios de transporte, que estão cada vez mais modernizados, entre outros.

Isso tudo também acontece com a cultura. Podemos observar as mudanças das paisagens que variam do natural ao cultural, levando ambientes indispensáveis de todas as sociedades capitalistas. Mas, com elementos culturais que indicam as características dos lugares.

Devido a Globalização, aumentaram as facilidades de comunicação e, com isso, a difusão dos valores culturais. Com isso, observa-se que as distintas culturas e os distintos costumes podem se interagir sem a obrigação de uma integração territorial.

Porém, nota-se também que esse processo não se espalha de forma igualitária. Alguns centros economicamente dominantes divulgam em maior quantidade os seus elementos culturais.

Um bom exemplo disso é a Indústria Cultural, que foi um termo criado no século XX. Porém, essa Indústria é atual, e é capaz de controlar o comportamento e os costumes das pessoas.

Independentemente do início da internet e da perspectiva de expressão por parte de inúmeras pessoas, ainda algumas formas de pensamento e ideias dominantes socialmente aplicam-se ás demais. Isso ocorre través do uso dos elementos midiáticos, a exemplo do que ocorre em filmes, mantidos sob um padrão e influenciados através de estereótipos.

Nesse contexto, muitos são os que afirmam que, na verdade, o que ocorre é uma superioridade cultural na globalização.

Vantagens e Desvantagens

Algumas vantagens da Globalização:

  • O produto importado que acompanhado da globalização, ganha mais qualidade e o seu preço fica mais baixo;
  • A facilidade da comunicação é uma grande vantagem da globalização. Pois hoje em dia podemos falar com pessoas em tempo real, por chamada de voz, vídeo e mensagens instantâneas. Alguns anos atrás a troca de informação era bem mais lenta, através de e-mails e cartas, por exemplo;
  • Os meios de transportes também elevaram a globalização. Devido à tecnologia, eles estão melhorando cada vez mais, atrelados em encurtar distâncias com conforto e qualidade de vida;

Algumas desvantagens da Globalização:

  • Consumo excessivo, onde o surgimento de uma nova tecnologia faz com que você esteja sempre atrasado. Um exemplo é o celular, mesmo o seu ainda sendo bastante funcional, em poucos meses ele já fica desvalorizado, dando origem á um novo modelo lançado no mercado;
  • Maior competitividade por vagas de emprego;
  • Desemprego ocasionado por estrangeiros mais preparados. As empresas procuram melhores formações profissionais, onde acaba ficando cada dia mais difícil conseguir um bom emprego;

Antiglobalização

Antiglobalização é um termo genérico. Foi usado nos anos 90 para narrar o movimento de oposição aos aspectos capitalista-liberais da globalização. Ou seja, a um grupo de pessoas que não eram a favor do processo de globalização.

O movimento antiglobalização lutava pelo fim de acordos comerciais e do livre trânsito do capital financeiro internacional. Propôs também novas formas ao regime econômico capitalista, como o socialismo (que prega a coletivização dos meios de produção e de distribuição), o comunismo (propriedade coletiva dos meios de produção) e a anarquia (fim do Governo).

Teorias da Globalização

Conheça abaixo algumas Teorias da Globalização:

Antonio Negri. O pensador italiano defendia que a nova realidade do mundo seria definida por uma forma de organização diferente da hierarquia. Ele entendia que instituições como ONGs e até grupos terroristas teriam mais poder e mais chances de sobreviver a esse novo ambiente do que as empresas tradicionais, partidos e até mesmo o Estado.

Benjamin Barber. O Americano defendia a ação globalizante, inclusive ocidentais, como os zapatistas e outras guerrilhas latino-americanas. A democracia, como regime de governo particular do modo de produção da sociedade industrial, não se aplicaria mais à realidade contemporânea.

Daniele Conversi. Na teoria de Daniele Conversi, os acadêmicos ainda não chegaram a um consenso sobre o real significado do termo globalização. Portanto, Conversi propõe a análise da globalização cultural em três pontos. A primeira concentrando-se nos efeitos políticos das mudanças sócio-culturais que se identificam com a insegurança social. A segunda chamada de falha de comunicação, onde os grupos sociais têm cada vez menos oportunidades de se comunicar ou interagir com suas tradições. A terceira linha de análise se converge numa forma mais real e concreta do termo globalização. A criação de redes pode ser limitada pelas fronteiras nacionais ás custas de violações de direitos humanos.

Outras teorias

Samuel Huntington. O cientista via a globalização como um processo de expansão da cultura ocidental e do sistema capitalista sobre os demais modos de vida e de produção do mundo. Nele as pessoas teriam uma espécie de ‘choque de realidade’. A sua teoria se baseava onde um país teria várias misturas de línguas, raças, com oportunidades de trabalhos mais restritas. Isso devido a exigências de estudos elevados, onde os países teriam uma política econômica e social semelhantes.

Stuart Hall. Nessa teoria, a globalização alteraria as noções de tempo e de espaço. O sistema social e as estruturas por muito tempo consideradas como fixas seriam expulsas. Facilitaria o surgimento de uma pluralização dos centros de exercício do poder.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 4,50 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *