Gimnospermas – Características, Estrutura, Tipos, Ciclo de Vida

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Características

As gimnospermas nada mais são do que plantas que plantas vasculares, cujas próprias sementes não são protegidas por seus frutos. A origem da palavra é do grego gimnos = nu / sperma = semente. As características mais comuns das gimnospermas são:

  • Possui o caule, folhas, flores, estróbilos, vasos condutores e sementes;
  • Pode ocorrer que algumas plantas são masculinas e femininas ao mesmo tempo, sendo chamadas de monoicas. Aquelas que tem sexos separados são chamadas de dioicas.
  • O xilema é feito apenas de traqueídos e parênquima lenhoso;
  • As suas sementes são nuas.

As gimnospermas são plantas que possuem sementes que não irão dar origem à frutos e o desenvolvimento do seu grão de pólen e de suas sementes pode ser considerada uma importante conquista evolutiva.

Com esse contanto as plantas conseguiram dominar completamente o ambiente terrestre, tornando-se independentes da água para a sua fecundação.

Com isso as Gimnospermas conseguem fazer a produção de pólen, dependendo apenas do vento para a sua polinização.

Nos dias de hoje as Gimnospermas podem ser encontradas em diversos locais do país e um bom exemplo disso é o pinheiro-do-paraná e a araucária, facilmente encontrados na região sul do Brasil.

Estrutura Reprodutiva

As Gimnospermas têm o estróbilo como sua estrutura reprodutiva, que também é conhecido como cone, e é por isso que se denomina as Gimnospermas como coníferas.

Os estróbilos são compostos por agentes femininos e masculinos e isso permite que elas sejam dioicas ou monoicas, ou seja, se elas são monoicas possuem ambos sexos elas são consideradas monoicas, enquanto as que tem sexos separados são dioicas, como dito anteriormente.

Os estróbilos masculinos, que também são chamados de microstróbilos, são bastante pequenos e produzem, no seu interior, esporos masculinos através de seus microsporângios.

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Já os esporos femininos, que também são chamados de megastróbilos são grandes e também são conhecidos de forma mais popular como pinhas. É ali que são produzidos os esporos femininos através dos megasporângios.

Ciclo de Vida

Para que seja possível compreender mais claramente o ciclo de vida das gimnospermas, basta considerar o exemplo de um pinheiro, por exemplo. que é um clássico representante do grupo.

No momento de se reproduzir, as folhas mudam e dão origem aos microstróbilos (estróbilos masculinos) e aos megastróbilos (estróbilos femininos), lembrando que algumas espécies podem apresentar apenas um tipo de estróbilos (masculinos ou femininos).

Depois que ocorre a fecundação é gerada uma semente, que se encontra protegida por uma casca dura, que é uma reserva alimentar para o embrião, que é denominado endosperma rimaria, e para mais um embrião que no futuro será o esporofilo.

É desse processo que surge o pinhão, que nada mais é do que uma semente, ou seja, a parte da planta que possui o óvulo que foi fecundado pelo embrião.

Classificação

Em esquemas classificatórios mais antigos, as gimnospermas eram consideradas um “grupo natural”, mas existem evidências que são um tanto contraditórias a respeito de considerar as gimnospermas com um clado ou não.

Os registros fósseis dessa classe possuem taxa que não estão compreendidos nos 4 modernos grupos, que inclui a árvores que são portadoras de sementes de morfologia vegetativa similar aos fetos.

Sendo assim, de acordo com a classificação mais recente em relação às gimnospermas, a lista é a seguinte, de acordo com Christenhusz et al. (2011)

Subclasse Cycadidae

  • Ordem Cycadales
    • Família Cycadaceae: Cycas
    • Família Zamiaceae: Dioon, Bowenia, Macrozamia, Lepidozamia, Encephalartos, Stangeria, Ceratozamia, Microcycas, Zamia.

Subclasse Ginkgoidae

  • Ordem Ginkgoales
    • Família Ginkgoaceae: Ginkgo

Subclasse Gnetidae

  • Ordem Welwitschiales
    • Família Welwitschiaceae: Welwits
  • Ordem Gnetales
    • Família ‘Gnetaceae: Gnetum
  • Ordem EphedralesFamília Ephedraceae: Ephedra

Subclasse Pinidae

Gimnosperma

  • Ordem Pinales
    • Família Pinaceae: Cedrus, Pinus, Cathaya, Picea, Pseudotsuga, Larix, Pseudolarix, Tsuga, Nothotsuga, Keteleeria, Abies.
  • Ordem Araucariales
    • Família Araucariaceae: Araucaria, Wollemia, Agathis
    • Família Podocarpaceae: Phyllocladus, Lepidothamnus, Prumnopitys, Sundacarpus, Halocarpus, Parasitaxus, Lagarostrobos, Manoao, Saxegothaea, Microcachrys, Pherosphaera, Acmopyle, Dacrycarpus, Dacrydium, Falcatifolium, Retrophyllum, Nageia, Afrocarpus, Podocarpus
  • Ordem Cupressales
    • Família Sciadopityaceae: Sciadopitys
    • Família Cupressaceae: Cunninghamia, Taiwania, Athrotaxis, Metasequoia, Sequoia, Sequoiadendron, Cryptomeria, Glyptostrobus, Taxodium, Papuacedrus, Austrocedrus, Libocedrus, Pilgerodendron, Widdringtonia, Diselma, Fitzroya, Callitris (incl. Actinostrobus), Neocallitropsis, Thujopsis, Thuja, Fokienia, Chamaecyparis, Cupressus, Juniperus, Calocedrus, Tetraclinis, Platycladus, Microbiota
    • Família Taxaceae: Austrotaxus, Pseudotaxus, Taxus, Cephalotaxus, Amentotaxus, Torreya

Angiospermas

As angiospermas, também chamadas de angiospérmicas nada mais são do que plantas conhecidas como espermatófitas. Elas se diferenciam das gimnospermas porque as suas sementes são protegidas pela estrutura que conhecemos como fruto.

Elas também podem ser chamadas de antófitas ou magnoliófitias e o seu nome provém do grego angeos = bolsa / sperma = semente.

Atualmente as angiospermas são consideradas o maior grupo moderno de plantas que há, compreendendo mais de 230 mil espécies, lembrando que nesse caso as plantas possuem caule, folha, flores, semente, raiz e frutos.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre as gimnospermas, sua classificação, as diferenças em relação as angiospermas e como funciona o seu ciclo de vida!

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS
você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.