Fascismo – O que é? Como Surgiu? É de direita ou esquerda?


Possivelmente, um dos movimentos ideológicos mais marcantes, importantes, polêmicos e controversos da história, lembrado e estudado até hoje dentro das salas de aulas, é o fascismo.

Atualmente, ele sofreu uma crescente diante de diversas discussões e embates nas redes sociais. Muitos estão tentando entende-lo melhor e definir em qual lado político ele melhor se encaixa, na esquerda comunista ou na direita capitalista. Isso mesmo sendo extremamente complexo fazer essa distinção.

A grande realidade é que o fascismo foi, e ainda é, uma ideologia muito rejeitada pela grande massa. Isso se dá principalmente por ser bem próximo do nazismo, sendo proibido ser a favor da causa em diversos países.

Diante disso, hoje, nesse artigo, tentaremos explicar alguns fatos históricos bem importantes sobre essa ideologia. Tentaremos eliminar toda e qualquer dúvida que você, caro leitor, possa ter.

O que é fascismo?

É um sistema político autoritário nacionalista que teve seu auge na Europa no século XX, entre o final da Primeira Guerra e por toda a Segunda Guerra, com grande concentração no Itália, sendo liderado por Benito Mussolini.

O maior objetivo dos líderes fascistas era a unificação e mobilização dos seus povos e nações. Isso através de um poder totalmente totalitário, criando um estado forte que segue seus princípios, do qual era contra seguimentos de esquerda, no caso, do marxismo.


Fascismo características
Benito Mussolini

Como surgiu o fascismo?

O fascismo começou a se desenvolver na Europa durante o século XX, mais especificamente entre os anos de 1920 a 1940. Seu início se deu logo após o fim da Primeira Grande Guerra Mundial, principalmente nos europeus, Itália e Alemanha. No território italiano, o líder do sistema foi Benito Mussolini. Na região alemã, foi Adolf Hitler, onde o movimento viria a ser chamada na nazismo.

A ideologia política surgiu como uma esperança. Pois, muitos países que participaram da Primeira Guerra estavam com diversos problemas econômicos e sociais, mesmo os vencedores, como a Itália. Além disso, nesse período os políticos não conseguiam chegar nas principais massas, pois movimentos de esquerdas (socialistas e comunistas) estavam crescendo muito.

O maior feito dos líderes fascistas foi conseguir alcançar a grande parte da população. Conquistaram principalmente os da área rural e classes trabalhadoras, com seu discurso forte, conquistador e cheio de esperanças.

Características do fascismo

Como todo o viés político, o fascismo possuí algumas características únicas e que seguiram por todo o regime. São elas:

  • Poder totalitário: sendo totalmente contra a democracia, o fascismo coloca o poder nas mãos de uma líder. Do qual toma as decisões necessárias e decretava a lei que julgar boa ou necessária.
  • Ser nacionalismo acima de tudo: para os fascistas somente seu território e país tem valor real, inferiorizando outras classes e raças.
  • Força aos militares: os principais investimentos econômicos são para as forças armadas, principalmente em produção de armas e afins.
  • Desenvolvimento da força: as pessoas em um território fascista deve se preparar fisicamente, pois podem ser necessários para uma guerra.
  • Censurar: não é permitido críticas ao fascismo. Qualquer tipo de ideal contrário era censurado, utilizando, muitas vezes, a força para isso, com a pessoa sendo morta ou presa.
  • Utilizar os meios de comunicação: os grandes líderes do fascismo utilizam a mídia em geral para fazer propagandas de suas ideologias e princípios.
  • Ataque as minorias: quase todas as minorias são perseguidas e eliminadas em um governo do fascismo, além de serem totalmente racistas. Um dos principais exemplos disso é o que o nazismo de Hitler fez com judeus
  • Ir contra o socialismo: o fascismo, diferente do que muitos acham, é contra a maioria dos ideais socialistas, defendendo o capitalismo.
  • Expandir: o fascismo deseja aumentar sua nação o máximo possível, expandir seu território.

Fascismo é esquerda ou direita?

A discussão se o fascismo era de esquerda ou de direita nunca foi tão assídua como atualmente. Isso se deve muito ao avanço da tecnologia e a possibilidade de qualquer pessoa expor sua opinião política em redes sociais, tentando, até o fim, defender suas ideias.

Esse embate sobre a dúvida só aumenta. Pois, ninguém quer assumir o fascismo para si, já que foi um movimento bem controverso, polêmico e com um alto índice de rejeição atualmente.

Segundo estudos e historiadores, é muito difícil definir o fascismo em algum lado. Pois, ele era contra o pensamento crescente do marxismo, que saiu vitorioso da guerra. Porém, também não concordava com diversas imposições do capitalismo liberal.

Diante disso, alguns princípios e ações do fascismo, principalmente na Itália e Alemanha, como apoiar a classe rica e banqueiros, além de eliminar as minorias, deixaram a ideologia mais próxima da direita. Porém, os líderes fascistas faziam críticas ao liberalismo e tinha contato direto com as grandes massas, um pensamento próximo ao do marxista.

Diante disso, podemos dizer que o fascismo era mais próximo do capitalismo de direita. Mas, ele funcionava de fato, como uma terceira via de pensamento.

É possível um futuro fascismo no Brasil?

É muito difícil dizer que teremos isso no futuro de qualquer lugar, não somente no território brasileiro. Existem alguns pequenos grupos que tentam expandir o pensamento fascista. Porém, eles não conseguem grandes resultados e  são repreendidos, pois grande parte das suas ideologias são contra as leis, como o racismo e xenofobia.

Porém, vale ressaltar que o Brasil está em um âmbito econômico deteriorando e em queda muito grande. Isso é algo que podemos comparar com Itália e Alemanha, tirando as devidas proporções. A qualquer momento pode surgir um ‘salvador da pátria’, como foi Hitler e Mussolini, trazendo uma ideologia de ódio, porém conquistando grande massas, igualmente foi no início do auge do fascismo.

Fascismo e nazismo são a mesma coisa?

Apesar do fascismo e nazismo possuírem pensamentos e princípios bem próximos e Hitler e Mussolini serem aliados, ambas as ideologias possuem algumas diferenças. Elas não são, exatamente, a mesma coisa.

A primeira grande diferença é que o nazismo de Hitler ocorreu na Alemanha. O fascismo de Mussolini, que depois se espalhou pelo mundo, começou na Itália.

Outro grande ponto é que o fascismo influenciou bastante o Hitler para implantar o nazismo. Porém, a ideologia alemã era muito mais violenta e racista, tentando implantar sua raça ariana e superior. Esse foi um pensamento que, depois de um tempo, acabou sendo adotado por Mussolini.

Por fim, o fascismo italiano foi apoiado por ricos e a elite. Já o nazismo deu início pela classe trabalhadora e rural.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *