DNA – O que é? Estrutura, Função, Replicação, Como fazer exame DNA


O DNA, conhecido como Ácido Desoxirribonucleico se trata de uma molécula existente nas células de todos os organismos vivos. Ele carrega todo o código genético do ser.

O que é o DNA?

O Ácido desoxirribonucleico conhecido como DNA é formado por diversas moléculas que detém todas as informações genéticas dos seres vivos. Assim, todos os seres vivos possuem um DNA.

Mas podemos considerar que ele é muito mais do que um conjunto de moléculas. Ele é uma importantíssima estrutura que desempenha funções específicas nos seres vivos. Afinal, é o ácido desoxirribonucleico que carrega a hereditariedade de todos os tipos de organismo vivos.

Sempre que um organismo se reproduzir ele transmitirá parte de seu DNA aos seus descendentes.

Estrutura

As moléculas de DNA são dispostas em cadeias de fosfato e desoxirribose unidas por meio de bases de nitrogênio e por meio da ligação de hidrogênio. A estrutura pode ser comparada a uma escada, sendo que suas bases seriam os degraus.

Vale destacar que cada base se liga a outra base específica. Por exemplo, a adenina se liga sempre a timina e a guanina sempre a citosina.


As bases nitrogenadas da estrutura do DNA são:  adenina (A), citosina (C), guanina (G) e timina (T). Como foi mencionado A se liga apenas a T e G sempre a C

As bases A e G têm em suas estruturas dois anéis, que são chamadas de purina. Já C e T têm em suas estruturas somente um anel chamado de pirimidinas. Na molécula do DNA existe o pareamento de uma purina com uma pirimidina. Esse pareamento se dá exatamente ao fato que A sempre pareia com T e G sempre com C.

Função do DNA

Estrutura do DNA

A principal função é carregar a informação genética de todos os seres vivos. Também é responsável pelas características dos organismos vivos. Uma parte da carga de DNA é transmitida a descendentes sempre que acontece a reprodução de um ser vivo.

Replicação do DNA

As moléculas de DNA tem a capacidade de se replicarem. Essa duplicação pode ser considerada um fenômeno genético que garante a autoduplicação dos dados contidos nos cromossomos ou genes.

O processo de replicação acontece durante uma fase que é conhecida por “S” da interfase (fase que prepara a célula para se dividir). Essa duplicação é essencial para que um organismo se mantenha vivo e é o que possibilita o crescimento de um ser vivo, a cicatrização de partes lesionadas, a regeneração e até mesmo a propagação hereditária de características. Esse processo também é o que proporciona a formação de gametas que contém informações exatas de determinada espécie.

Para a replicação do DNA são fundamentais a ocorrência de alguns eventos que envolvem filamentos da molécula. Primeiramente, um filamento é tido como uma espécie de molécula molde, conhecida também como molécula mãe. A molécula mãe tem uma fita dupla  (cadeia polinucleotídica: grupamento fosfórico, pentose desoxirribose e base nitrogenada) e é dividida por meio do rompimento de pontos de hidrogênio, preservadas entre bases de nitrogênio complementares.

Em cada uma das cadeias nucleotídicas molde se emparelham novos nucleotídeos espalhados no núcleo. Assim, constrói-se uma nova cadeia. Ao final do processo são obtidas duas moléculas idênticas, que recebem a nomenclatura de cromátides irmãs. Cada cromátide é constituída por uma fita nucleotídica originária da molécula inicial e outra recém formada.

Vale saber que o processo de replicação do DNA é considerado semi conservativo. Isso porque, quando finaliza-se a divisão, as células resultantes preservam com elas metade das informações genéticas herdadas da célula mãe.

Por meio desse processo de replicação conseguimos entender porque os seres humanos e outros seres vivos somos formados por uma sucessão de divisões celulares. O resultado da fecundação é obtida por uma intensa multiplicação até resultar em um organismo.

Como fazer um exame de DNA?

Os exames estão disponíveis para serem realizados em laboratórios especializados. Para a realização do exame são necessárias partes do nosso corpo como sangue, saliva, fios de cabelo, amostras de pele. A parte do corpo necessária para a realização do exame de DNA depende da finalidade do teste.

Vale ressaltar que os exames de DNA possuem cerca de 100% de assertividade e estão em constante aprimoramento. Um exame de DNA nunca resultará em índices de 100%, pois se trata de probabilidades. Mas atualmente os testes, realizados nas condições corretas e adequadas, apresentam resultados com índices de 99,99% – como no caso do teste de paternidade.

DNA

A mesma metodologia do teste de DNA de paternidade é utilizado para a identificação de vítimas de acidentes em que os corpos se tornam irreconhecíveis. Nesses casos, familiares tem o material genético coletado para a análise.

Pergunta dos leitores

Como faz a extração do DNA?

O DNA pode passar por um processo de extração e isolamento. Porém, muitas etapas estão envolvidas nesse processo e só é possível de ser feita em laboratórios equipados adequadamente para tal.

A primeira etapa é a de Lise. Nessa fase é realizada a Lise, ou seja, quebra da célula para expor o conteúdo do DNA. Em seguida, aplica-se o processo de Ligação, onde uma membrana de sílica preserva e concentra o conteúdo do DNA.

Após, temos a etapa da Lavagem. Essa fase consiste em quebrar e emulsionar as gorduras e proteínas que formam a membrana celular. Esse processo, geralmente, é realizado com o uso de soluções com efeito detergente e de centrifugação. A etapa de lavagem tem o objetivo de remover resíduos contaminantes, separando-os da membrana do DNA.

Em seguida vem a etapa da Eluição. É nessa fase que ocorre a liberação dos ácidos nucléicos da membrana. Com isso o DNA purificado se torna pronto para ser empregado em diversas aplicações.

A qualidade e o rendimento do DNA extraído dependem totalmente do processo empregado. Muitas variáveis podem ter interferência no resultado do processo realização. É por isso que para a obtenção de um DNA de alta qualidade é fundamental processos de alta tecnologia, garantindo o sucesso do procedimento.

Quanto custa um exame de DNA?

O preço desse exame varia de acordo com estabelecimento e região do país. Porém, o preço médio do exame é de R$ 350.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *