Confederação do Equador – Causas e Objetivos do Movimento, Líderes

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Existiram diversas revoluções e movimentos bastante importantes para o desenvolvimento e história brasileira. Um desses foi a fatídica Confederação do Equador. Ela ocorreu no Nordeste do Brasil no ano de 1824 e teve uma importante repercussão nacional na época.

Sendo uma confederação bem polêmica e que causou algumas mortes, principalmente dos membros envolvidos, esse movimento acaba não sendo muito conhecido por muitas pessoas, principalmente por não ser, na maioria das vezes, abordado nas salas de aula, mesmo possuindo certa importante.

Diante disso, hoje, caro leitor, estaremos abordando informações sobre a confederação do equador, apresentado ele para vocês ou, ao menos, dando novos detalhes que, talvez, não saiba ainda e que irá descobrir na leitura desse artigo.

O que foi a Confederação do Equador?

A chamada ‘confederação do equador’ foi uma revolta que ocorreu no nordeste brasileiro com ideais republicanos e de autonomia. Seu principal objetivo era criar um chamado ‘estado novo e independente’. A capital seria a cidade de Recife e a área do antigo estado de Pernambuco, que na época era chamada de província.

O início de tudo se deu em 1823, quando, após o fim da Assembleia Constituinte, Pais Barreto foi nomeado presidente de Pernambuco, fazendo a irá dos republicanos e liberais da região. Diante disso, esse grupo, em 1824, elegeu Pais de Andrade, um líder liberal, e fazendo o antigo presidente da província, Pais Barretos, renunciar o cargo.

Diante de todo esse imbróglio criado, os monarquistas, muito irritados com os liberais pernambucanos, enviaram dois navios. Tiveram o apoio do governo central, para bloquear o porto da capital de Pernambuco, Recife. Por outro lado, os liberais e republicanos ‘bateram o pé’ e criaram um conflito, falando que eram totalmente contra a volta de Pais de Barreto. Em seguida, Dom Pedro I, para tentar organizar tudo, nomeou José Carlos Mayrink da Silva Ferrão para presidente da província. Os liberais, novamente, foram contra e expulsaram o nomeado pela coroa.

Após toda essa confusão, Pais de Andrade toma o poder de novo. Ele cria a Confederação do Equador, que era nada mais, nada menos que a declaração da independência de Pernambuco, junto com Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. A capital desse novo ‘país’ era Recife.

O começo criou uma grande expectativa, porém algumas medidas de Pais de Andrade, como liberação dos escravos, foi reprovada por importantes nomes, que desistiram, pouco a pouco, da confederação.

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Por fim, a confederação do equador foi caindo, com a ajuda de expedições militares que começaram a caçar os líderes e sentenciá-los à morte.

Causas do movimento

As principais causas que levaram os liberais a criar o movimento da Confederação do Equador foram:

  • Atual situação do comércio de açúcar e algodão
  • As elites da província pernambucanas estavam bastante insatisfeitas com a monarquia, principalmente à Dom Pedro I e sua centralização
  • Influência de movimentos passados
  • Busca por uma maior autonomia das províncias, como era nos Estados Unidos
  • Fim da Assembleia Constituinte, que causou a divisão de ideais em Pernambuco
  • A recusa à escolha de Manuel Carvalho Pais de Andrade, colocando Francisco Pais Barreto como presidente da província de Pernambuco

Objetivos da Confederação do Equador

Diante das causas citadas acima, os principais objetivos da Confederação do Equador foram:

  • Formar uma nova Assembleia Constituinte, em intuito de criação de novas ideais liberais na constituição
  • Diminuir o ‘poder’ do governo federal, principalmente dentro das províncias
  • Acabar com o movimento e negociação de escravo
  • Resistência popular
  • Criar de uma governo independente pernambucano

    Confederação do Equador Líderes
    Frei Caneca, um dos líderes do movimento.

Lideres do movimento

Os grandes líderes foram: Manuel de Carvalho País de Andrade, Frei Caneca, Agostinho Bezerra Cavalcanti, Nicolau Martins Pereira, James Heide Rogers, João de Andrade Pessoa, Feliciano José da Silva Carapanima, Gonçalo de Albuquerque Mororó, Joaquim Loureiro e João Guilherme Ratcliff..

Todos os citados acima foram executados.

Repressão ao movimento

Dom Pedro I, diante de ajuda vinda da Inglaterra, com empréstimos, mandou exército para o centro de Recife, comandados pelo Thomas Cochrane, da qual causou o fim da Confederação do Equador.

Diante do fim do movimento, como forma de punição, Dom Pedro I fez a redução do território da província de Pernambuco, desligando a Comarca do Rio de São Francisco.

Além disso, diversos rebeldes foram executados e caçados, com muitos precisando de exilar ou lutar até a morte.

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS
você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.