Brics – Objetivos, Características, Reuniões Realizadas

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

O que é Brics?

BRICS é o conjunto econômico de países “emergentes”, atualmente formado pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

O que significa Brics?

Ao contrário do Mercosul ou União Europeia, ele não pode ser considerado um bloco econômico, já que não possui um estatuto ou registro formal. O BRICS é baseado apenas na política internacional de cooperação mútua entre os países-membros.

O criador da expressão BRICs foi o economista Jim O’Neil, em 2001. No início, a sigla era escrita com o “s” minúsculo, para indicar o plural de BRIC. Era usado para indicar o grupo formado por países emergentes que tinham uma situação econômica similar e possuíam potencial de superar as grandes potências mundiais num período máximo de 50 anos. Esses países eram: Brasil, Rússia, Índia e China. Em 2011, mais um país foi aderido ao BRIC, a África do Sul, alterando o nome do grupo para BRICS, agora com “s” maiúsculo por conta do novo integrante.

A princípio era somente uma classificação usada por cientistas políticos e economistas para definir os países com características ecônomicas parecidas. Então, a partir de 2006, passou a ser um mecanismo internacional, já que o Brasil, Rússia, China e Índia resolveram dar um tom diplomático à expressão, que permitiu a realização de ações ecônomicas e coletivas por parte do BRICS, como também uma maior comunicação entre eles. Esse movimento aconteceu na 61º Assembleia Geral das Nações Unidas.

História

Quem cunhou o termo BRICs foi o economista Jim O’Neill no ano de 2011. Mas nesta altura não era previsto a formação de um clube político. Em 2006, com a intenção de aumentar a influência política e acelerar o crescimento econômico, os países se reuníram no primeiro encontro dos Ministros de Negócios Estrangeiros da Rússia, China e Índia. Dois meses depois, durante a Assembleia Geral da ONU, ocorreu a primeira reunião oficial com os ministros de todos os países do BRICs.

O relacionamento Brics 2014dos ministros foi se estreitando e muitos assuntos começaram a ser discutidos nos encontros. Tais como eficácia energética, problemas da arquitetura financeira global, mudança do clima, luta contra a pobreza, segurança alimentar, desenvolvimento de tecnologias biológicoas, proteção do copyright, proteção à saúde da população, problemas do desenvolvimento sustentável e do capital humano, dentre outros.

Por iniciativa da Rússia, em 16 de junho de 2009 foi realizada a primeira reunião de chefes de estados nos BRICs, em Ekaterinburg. No ano seguinte, a cúpula foi realizada no Brasil, em Brasília. Neste ano, pela primeira vez, foi levantada a questão da inclusão da África do Sul. Em dezembro de 2010 os chefes dos países do BRICs fizeram uma declaração conjunta sobre a aprovação da integração do país no conjunto econômico. Em 2011, a China como presidente, convidou a África do Sul oficialmente para integrar o grupo.

A primeira reunião com a nova composição aconteceu no mesmo ano, a III Сúpula do BRICS que aconteceu em Sanya, na China. No ano seguinte, a IV Cúpula aconteceu em New Dehli, na Índia. Em 2013, aconteceu a V Cúpula na África do Sul. No ano de 2014, o início de um novo ciclo de reuniões dos países começou, o Brasil foi o primeiro país a assumir presidência no segundo ciclo de reuniões. A Cúpula aconteceu em julho daquele ano, em Fortaleza. A VII Cúpula foi em Ufá, na Rússia em 2015. No ano seguinte, o encontro aconteceu novamente na Índia, na cidade de Goa. Em 2017, a reunião foi na China, em Xiamen.

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS

Objetivo do Brics

O objetivo é que os países emergentes busquem formas de aumentar sua participação na economia mundial, na política internacional e parcerias tecnológicas e comerciais.

Durante a V Cúpula, em 2013, os países criaram o Banco Internacional do grupo, o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), conhecido também como Banco do BRICS. A ideia é incentivar e garantir o desenvolvimento econômico dos países-membros das demais nações emergentes ou subdesenvolvidas. A sede do banco fica em Xangai, na China.

Com essa decisão, é possível salientar a importância política e econômica do grupo. Também o início de uma rivalidade entre o BRICS, União Europeia e Estados Unidos, esse novo banco é uma alternativa ao Banco Mundial ou ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

Outra medida que também não foi bem aceita pelos EUA e Reino Unido foi a criação de uma reserva no valor de 100 bilhões de dólares. Esse valor é para garantir a estabilidade econômica dos 5 países-membros.

Características da Brics

Desde o início o BRICS tem como objetivo expandir suas atividades na coordenação de reuniões e participação internacional além de uma agenda de cooperação entre os membros. Isso se dá pela coordenação política sem confrontos com os demais países. Pois, o BRICS está aberto ao engajamento construtivo com organizações internacionais e regionais.

O grupo econômico defende a reforma das Nações Unidas e de seu Conselho de Segurança. Isso afim de melhorar sua representatividade, em benefício da democratização internacional. Ao mesmo tempo, os BRICS aprofundam os debates sobre as principais questões internacionais.

Suas atividades internas já ultrapassam 30 áreas, como cultura, ciência, tecnologia, agricultura, governança, saúde, turismo, entre outras.

Muitos consideram o BRICS uma ameaça às atuais potenciais econômicas mundiais, como a União Europeia e os Estados Unidos.

Os BRICS geram em média, 20% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial por ano, já que reúnem cerca de 45% da força de trabalho que existe no mundo e o maior mercado de consumo.

Em suma, as principais características do grupo são:

O que é BRICS

  • Boas reservas de recursos minerais
  • Mão de obra em grande escala
  • Produção e exportação em crescimento
  • Investimento em infraestrutura
  • Diminuição gradativa das desigualdades sociais
  • Inclusão digital da população
  • Recebimento de investimentos estrangeiros em diversos setores da economia
  • Estabilização econômica
  • Estabilização política

Reuniões realizadas

  • A I Cúpula do BRICS foi realizada em 2009, no dia 16 de junho, na Rússia, em Ekaterinburg.
  • A II Cúpula foi em 15 de abril de 2010, no Brasil, na capital do país, Brasília.
  • A III Cúpula do BRICS ocorreu em Sanya, na China, no dia 14 de abril de 2011.
  • A IV Cúpula foi realizada em Nova Déli, uma cidade indiana em 29 de março de 2012.
  • A V Cúpula do BRICS aconteceu nos dias 26 e 27 de março de 2013, na África do Sul, em Durban. O tema do encontro foi: “Brics e África: Parceria para o Desenvolvimento, Integração e Industrialização”.
  • A VI Conferência de Cúpula do BRICS ocorreu no Brasil, nos dias 15 e 16 de julho de 2014. Uma das principais decisões tomadas na ocasião foi a criação do NBD (Novo Banco de Desenvolvimento).
  • A VII conferência ocorreu na cidade de Ufa, na Rússia, entre os dias 8 e 9 de julho de 2015.
  • A VIII Cúpula do BRICS, já em 2016. Ocorreu na cidade indiana de Goa, nos dias 15 e 16 de outubro.
  • A VIX Cúpula do Brics ocorreu entre os dias 3 e 5 de setembro de 2017, na cidade de Xiamen, na China.

Como a Brics está atualmente?

Segundo os economistas, a expectativa é que os países do BRICS se tornem grandes potências econômicas num futuro próximo. O país que chama mais a atenção é a China, que tem rápido desenvolvimento econômico e da população

Atualmente, os países do BRICS detém mais de 21% do PIB mundial, formando o grupo de países que mais crescem no mundo. Também representam 45% da força de trabalho , 42% da população mundial e o maior poder de consumo do mundo.

Cursos Grátis Online com Certificado. São mais de 2000 Cursos. Clique no botão abaixo e escolha seu curso:

LISTA DE CURSOS
você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.