Adjetivo – Tipos, Gênero, Grau, Locução Adjetiva


O adjetivo serve para alterar um substantivo, incluindo uma qualidade, acrescentando aquilo que ele indica.

O principal objetivo de um adjetivo é acompanhar o substantivo, dando-lhe  características que podem ser boas ou ruins, porém fundamentais para complementar o substantivo.

O que é adjetivo?

É toda palavra que representa o substantivo, manifestando uma qualidade, defeito, estado, condição, entre outros.

Exemplos:

Homem honesto (qualidade).

Homem bravo (defeito).


Homem alegre (estado).

Homem rico (condição).

Ele pode aparecer depois, ou antes, do substantivo.

Exemplo: Moça bonita ou bonita moça.

Tipos dos adjetivos

Adjetivo simples

O simples é o tipo mais usado, onde o mesmo é formado por apenas um radical (elemento comum na formação de palavras).

Exemplos dos simples:

  • Bonito(a);
  • Feio(a);
  • Alto(a);
  • Antigo(a);
  • Curto(a);

Adjetivo composto

O composto é aquele produzido por dois ou mais radicais. Geralmente esses elementos são ligados por hífen. Somente o último radical concorda com o substantivo a que se refere, onde os outros ficam na forma masculina, singular.

Por exemplo: a palavra verde é originalmente um substantivo, mas, se estiver classificando um elemento, funcionará como adjetivo. No caso da palavra ser interligada com o hífen, indicará um adjetivo composto, formando um substantivo adjetivado.

Exemplos de adjetivos

Exemplos dos compostos:

  • Camisas verde-claro;
  • Ternos verde-claro;
  • Olhos verde-escuros;
  • Bermudas verde-escuras e camisas verde-mar;

Adjetivo primitivo

O primitivo é aquele que possui apenas um radical e não recebe nenhum afixo (elemento que se junta a um radical para formação de uma palavra, alterando o sentido básico da palavra).

É capaz de dar origem a outras palavras e que não deriva de nenhuma outra palavra da língua.

Exemplos dos primitivos:

Fiel: dá origem a fidelidade, fidelizar, infidelidade, etc.

Falso: dá origem a falsidade, falsificar, falsear, etc.

Adjetivo derivado

Os derivados são divididos pela sua formação e estrutura, sendo aqueles desenvolvidos a partir de outros elementos, em alguns casos de outra classe gramatical que não adjetivos.

Exemplos dos derivados: avermelhado, infeliz, encurtado, entristecido.

O adjetivo se caracteriza derivado, pois são derivados de outros radicais e pertence à classe dos adjetivos simples contendo um único radical, onde é possível tirar de palavras outras palavras.

Exemplo: Feliz (felicidade).

Gênero dos adjetivos

Os gêneros correspondem à mudança que há na classe gramatical, tanto para a forma masculina quanto para a feminina.

Nos adjetivos terminados em “O”, é necessário mudar a terminação por “A”.

Exemplo: Maldoso/Maldosa.

Nos adjetivos terminados em “ÊS” e “OR”, é necessário mudar a terminação por “A”.

Exemplos: Norueguês (Norueguesa) / Sedutor (Sedutora).

Nos adjetivos terminados em “ÃO”, é necessário mudar a terminação para “Ô ou “ONA”.

Exemplos: São (Sã) / Paspalhão (Paspalhona).

Nos terminados em “EU”, a formação do feminino é estabelecida pela terminação “EIA” e nos terminados em “ÉU”, a formação é feita pela terminação “AO”.

Exemplos: Europeu (Europeia) / Ilhéu (Ilhoa).

Nos compostos desenvolvidos por dois adjetivos, apenas o último radical varia.

Exemplo: Tinta azul-claro (Muro azul-claro).

Os biformes são

Adjetivo Simples

aqueles que possuem somente uma forma no gênero masculino e feminino.

Exemplo: Homem frágil (Menina frágil).

Grau dos adjetivos

Existem 3 tipos de graus:

Grau normal

É quando o adjetivo está na sua forma comum de uso.

Exemplo: Suelen é elegante.

 

Grau comparativo

É quando existem três posições:

Comparativo de igualdade.

Exemplo: Suelen é tão elegante quanto Ana.

Comparativo de inferioridade.

Exemplo: Suelen é menos elegante que Ana.

Comparativo de superioridade.

Exemplo: Suelen é mais elegante que Ana.

 

Grau superlativo

É quando o adjetivo admite 2 posições:

Superlativo relativo (com dois modos).

Superioridade: Marcelo foi o convidado mais elegante da festa.

Inferioridade: Marcelo é o convidado menos elegante da festa.

Superlativo absoluto.

Analítico (Quando é usado um advérbio para fazer a modificação): Marcelo é imensamente elegante.

Sintético (Quando é usado um sufixo para fazer a modificação): Marcelo é elegantíssimo.

Locução adjetiva

A locução adjetiva nada mais é do que a expressão que aparece no lugar de um adjetivo, podendo ter duas ou mais palavras.

Exemplos: Amor de mãe / Casa de campo.

A locução adjetiva pode ser substituída por um adjetivo correspondente.

Exemplos: Amor materno / Casa campestre.

Adjetivos pátrios

Os Pátrios caracterizam as pessoas ou as coisas de acordo com as suas origens e devem ser escritos sempre com letras minúsculas.

Exemplos de adjetivos pátrios de Estados: Ceará (cearense) / Amapá (amapaense).

Exemplos de adjetivos pátrios de capitais: Curitiba (curitibano) / Cuiabá (cuiabano).

Exemplos de adjetivos pátrios de Países: Alemanha (almemão) / Albânia (albanês).

Pronomes adjetivos

O pronome adjetivo tem como objetivo alterar o substantivo que acompanham como se fossem um adjetivo. Eles aparecem na oração junto a um substantivo em que concordam com pessoa, gênero e número.

Exemplos: Aquele é o colégio onde estuda a minha filha (Meu determina o substantivo colégio).

Adjetivos adverbializados

Conforme o contexto em que se encontra inserido, o adjetivo pode ocupar a função de advérbio: trata-se do adjetivo adverbializado.

Os adjetivos adverbializados determinam um fato linguístico no qual se reconhece a mudança de uma dada classe gramatical para outra, sendo assim o adjetivo adverbializado é o adjetivo que exerce função de advérbio ao alterar verbo, adjetivo ou o próprio advérbio.

Geralmente, ocorre com os advérbios de modo, e com aqueles terminados em “mente”. Confira alguns adjetivos que se transformam em advérbios:

Meu irmão chegou rápido á festa (rapidamente).

A mãe tratava igual a todos os filhos (igualmente).

Pergunta dos leitores

Qual a diferença entre Adjetivo e substantivo?

Substantivo é a classe gramatical de palavras variáveis, as quais denominam os seres. Os adjetivos são palavras que reproduzem qualidades (boas ou ruins).

A principal diferença é que se na frase, a palavra lembrar um ser ou objeto, ela se trata de um substantivo, porém se tiver outra palavra adicionando informações de qualidades, de espécies, de estado ou de característica a esse ser ou objeto citado, trata-se de um adjetivo.

Exemplos:

Homem legal. O homem (ser) trata-se de um substantivo e o legal (qualidade) trata-se de um adjetivo.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *