PostHeaderIcon COMPREENSÃO DA ABORDAGEM DA ESCOLA NOVA

COMPREENSÃO DA ABORDAGEM DA ESCOLA NOVA

 

Texto : capítulo 17

 

A escola nova briga com a escola tradicional.

 

Escola nova

Critica a abordagem educacional.

Volta-se para a individualidade das crianças. Psicologia da criança

O sujeito é alguém ativo

O sujeito tem voz

A experiência do sujeito é importante.

Provocar o interesse do aluno, trazer situações, problemas da vida do aluno, fazer o aluno pesquisar. O professor não vai entregar a resposta pronta. Ele vai indicar o caminho para essa pesquisa.

O que importa é o processo e não o produto final.

Aprender a aprender. Aprender a buscar, ir atrás, fazer uma investigação. O sujeito tem que pensar. Ele pensa.

Valorização do trabalho em grupo, troca de conhecimentos.

O professor é organizador desse processo de busca.

Liberdade de idéia. Autonomia, mas ir até onde não prejudica o outro. Senso moral e ética.

Grande chave da escola nova : a autonomia (internaliza e entende a ordem)

a)Heteronomia

A manutenção da ordem depende do outro,

 

b) Autonomia

A ordem esta internalizada no sujeito. O sujeito não depende do outro. Da conscientização vem a compreensão. Aqui ele aprendeu a aprender.

Presença do outro para garantir a ordem . Ordem de fora para dentro.

 

Escola tradicional

Sujeito: receptor, passivo

Relação professor – aluno : Autoritária , verticalizado (de cima para baixo) Educação massificadora.

Magistrocêtrica : O mestre é o centro. O professor se impõe.

 

Palavra chave da escola nova

Autonomia

Cadê o sujeito?

Ênfase no sujeito.

 

Curva de Gauss numa prova segundo a educação escola tradicional

25% dos alunos vão mal

50% dos alunos na média

25% dos alunos vão bem

O professor se preocupa com quem está na média.

Essa curva é classificatória, massificante e excludente.

Para saber se a educação tradicional deu certo, é só verificar a curva.

 
Visitantes
Visualizações de Conteúdo : 5960569